Porto Velho / RO - sábado, 31 de julho de 2021
(67) 99967-8787

SAMAÚMA – Operação homenageia árvore “rainha da Amazônia” para combater crimes ambientais

Publicado em: 20/07/2021 - 10:09

Desde o dia 3 deste mês de julho está em andamento Operação Samaúma, executada pelo Comando Conjunto Amazônia, coordenada pela 17ª Brigada de Infantaria de Selva, conforme o decreto presidencial, tem duração inicial prevista para dois meses.

A “Samaúma” abrange os estados de Rondônia, Acre e sul do Estado do Amazonas, área de responsabilidade da 17ª e, inicialmente, serão desenvolvidas em 12 municípios,

As ações serão voltadas ao combate aos crimes ambientais na Amazônia, com ênfase no desmatando ilegal, e ocorrerão em ambiente interagências, com o máximo de integração com Instituições Federais e Órgãos de Segurança Pública e Fiscalização dos estados de RO, AC e AM.

Na fase inicial os resultados têm sido positivos, com ações desenvolvidas na Flona Jamari, região do município de Cujubim, onde um pelotão da 17ª montou uma base de apoio logístico em apoio ao ICMBio, além de realizar patrulhamentos motorizados, em o primeiro resultado foi a apreensão de uma Escavadeira Hidráulica, que vinha sendo usada em área de garimpo ilegal.

Já no dia 14 uma ação conduzida pelo ICMBio, na Flona do Jamari, apreendeu cerca de 700m³ de madeira que estariam prontas para serem retiradas ilegalmente. Não houve flagrante, mas estima-se que o valor do material apreendido foi de mais de R$ 1.200.000,00. Durante esses primeiros dias de Operação, já foram fiscalizados 7 (sete) madeireiras no Município de Cujubim, e aplicadas multas que totalizam o valor de R$ 551.500,00.

PARTICIPAM

Participam da “Operação Samaúma” a 17ª BIS, além  dos seguintes órgãos: PF, PRF, IBAMA, ICMBio, FUNAI, SEDAM/RO, PM/RO e CBM/RO, o Censipam e a FTCI PB.

O nome “Operação Samaúma” homenageia a árvore conhecida como rainha da Amazônia, que guarda e distribui água para outras espécies.

 

 

Autor e fonte: Lúcio Albuqueque

Desenvolvido por Argo Soluções