Porto Velho / RO - quinta-feira, 24 de junho de 2021
(67) 99967-8787

Desembargador vence coronavírus e retorna aos trabalhos no Judiciário rondoniense

Publicado em: 10/06/2021 - 5:14

“Só quem me viu saindo do hospital sabe o quanto foi dificultoso dar os primeiros passos. Quando cheguei de avião, em Porto Velho, não conseguia nem andar, tive de ter ajuda de pessoas que me colocaram na cadeira de rodas. Hoje estou aqui pronto para continuar os serviços”, disse o desembargador Raduan Miguel Filho, após vencer o  novo coronavírus e retornou aos trabalhos no Tribunal de Justiça de Rondônia, na última segunda-feira, 7.

No dia 4 de janeiro deste ano, com situação delicada de saúde e correndo risco de morte, Raduan foi transferido de UTI aérea para um hospital, em São Paulo. O quadro clínico era grave, mais de 90% dos pulmões comprometidos. Porém, após quase dois meses de angústia, obteve a cura e pode retornar para Porto Velho. “Desde o dia que recebi alta do hospital eu já queria trabalhar na semana seguinte. Vivo isso há 33 anos e senti falta dessas relações todas, para mim é uma alegria muito grande estar com todos vocês”, ressaltou o desembargador pelas homenagens recebidas dos colegas da Corte do Tribunal Pleno Judiciário, presidida pelo desembargador Paulo Kiyochi Mori.

Os desembargadores deram as boas-vindas e, representando o Pleno Judiciário, o desembargador Roosevelt Queiroz Costa prestou as homenagens. “Estamos a vivenciar uma situação bem diferenciada, pois bastante agradável e feliz, que é o retorno do colega aqui nos honrando com sua presença, numa  celebração à vida, podendo, doravante, nos proporcionar muitas alegrias, bom humor e mais luzes e sabedoria nos julgamentos. Sabemos do seu desvelo e amor pela Justiça”, ponderou Roosevelt Queiroz Costa, decano da Corte.

Após as homenagens, o desembargador Raduan agradeceu à receptividade. “Ter essa acolhida de vocês é ter certeza que estou no caminho certo. Agradeço do fundo do meu coração a todos vocês pelas energias boas que enviaram e pelas orações, isso ajudou muito a me levantar”, destacou.

De volta aos trabalhos, no dia seguinte, o desembargador Raduan também participou da sessão de julgamento da 1ª Câmara Cível do TJRO, da qual é presidente. Clique aqui para assistir à sessão.

O Brasil está próximo de atingir à marca de meio milhão de mortos pela Covid-19, atualmente são registradas 480 mil mortes no país. É o 2º país do mundo em recorde de mortes pelo coronavírus, atrás apenas dos Estados Unidos (1º lugar, 598 mil mortos).

 

Fonte: Ascom TJRO

Desenvolvido por Argo Soluções