Porto Velho / RO - sábado, 31 de julho de 2021
(67) 99967-8787

Deputado denuncia ameaça de morte a Bolsonaro

Publicado em: 09/07/2021 - 2:50

O deputado federal Bibo Nunes (PSL/RS) denunciou nessa quinta-feira (8) no Plenário da Câmara a ação de um grupo de pessoas que sugere o assassinato do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Em sua denúncia, Bibo cita um post nas redes sociais de Eduardo Lazzari, que está escalado para cozinhar para o presidente da República em Bento Gonçalves. Lazzari suspendeu suas contas nas redes sociais após a denúncia do deputado federal.

“Vou ter que cozinhar para este diabo ainda, que raiva”, dizia a publicação do cozinheiro.

Em resposta, havia comentários como “pensei num negócio aqui”, “pense bem, ou é ele ou nós”, “ataca veneno de rato, essa é a chance e juro que te dou um milhão se você der veneno e ele morrer”.

Bolsonaro viaja nessa sexta-feira (9) ao Rio Grande do Sul. De acordo com sua agenda, ele deve passar pelas cidades de Caxias do Sul, Bento Gonçalves e Porto Alegre.

Uma ‘motociata’ deve acontecer em Porto Alegre nesse sábado (10), com concentração às 7h e largada às 10h. O ponto de partida será a sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS).

O analista político Carlos Dias destacou durante o Boletim da Noite de quinta-feira (8) a gravidade da denúncia do parlamentar.

“Isso é prisão imediata, não tem o que conversar: Lei de Segurança Nacional e colocá-lo no devido lugar. Deve prender e investigar. Normalmente é o contrário, primeiro investiga e depois prende, mas, nesse caso, em função da situação, um crime que está sendo combinado contra a pessoa do senhor presidente da República, tem que prender primeiro e investigar depois. Essas pessoas todas já deveriam estar presas”, concluiu.

 

Fonte: Terça Livre

Desenvolvido por Argo Soluções